PC prende em Alagoas foragidos da Justiça do Paraná

so sebastio
Cláudio Junior Pereira Sales e Diego Maradona dos Santos

Policias civis lotados, no 86º Distrito de São Sebastião, comandados pelo delegado Renivaldo Batista, informaram na manhã desta quinta-feira (17) sobre a prisão de dois homens acusados de crimes de tráfico de drogas, furtos e homicídios. Eles são naturais de Alagoas e haviam fugido do presidio da cidade de Gaúcha, no estado do Paraná. As prisões tiveram o apoio do gerente de Polícia Judiciária da Área 3 (GPJ-3), delegado Mário Jorge Barros.

Diego Maradona dos Santos, 24 anos, o “Prego”, e Cláudio Junior Pereira Sales, 30 anos, foram encontrados no município de São Sebastião, onde estavam escondidos, depois da fuga do presídio, onde estavam cumprindo pena.

Os policiais chegaram aos foragidos, após receberem informações de que eles estariam refugiados em São Sebastião. Com as denúncias, foram realizados contatos com policiais do Estado do Paraná, onde ficou confirmado que os foragidos haviam serrado as grades, fugido do presídio, e possivelmente estariam em Alagoas.

O primeiro a ser preso, no dia 3 deste mês, foi Diego Maradona, localizado no povoado Serra, zona rural de São Sebastião, enquanto Cláudio Junior Pereira Sales foi localizado no centro de São Sebastião, nesta quinta-feira (17). A primeira prisão somente foi divulgada agora para que as buscas ao segundo foragido não fossem prejudicadas.

Segundo o delegado Renivaldo Batista, titular do 86º DP, os foragidos são extremamente perigosos. Cláudio Junior, inclusive, é acusado de, junto com três homens, ter assassinado para roubar, Dário Germano Borges, motorista da empresa de cigarros Souza Cruz, crime ocorrido no ano de 2009, no município de São Sebastião. Ele passou três anos e meio nos presídios da capital alagoana por este crime. E também responde por porte ilegal de arma na Comarca de São Sebastião.

Em 2008, Cláudio foi preso naquela cidade e, meses depois, juntamente com outros presos, fugiu da delegacia, também serrando as grades da cela, e levando a arma que motivou a sua prisão, posteriormente.

Já Diego Maradona, o “Prego”, quando de sua prisão estava de posse de duas espingardas, sendo este autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo. Contra ele, existem dois mandados de prisão expedidos pela justiça da comarca de Gaúcha e de Rolândia, no estado do Paraná, onde ele e Cláudio usavam nomes falsos.  Diego dizia se chamar Valcrêz dos Santos (nome do seu irmão), enquanto Claudio Junior dava o nome de Gean Pereira Sales (também nome do seu irmão).

O delegado Renivaldo Batista, juntamente com sua equipe, investigam a possibilidade dos presos terem praticado crimes na região, após fugirem do Paraná e retornarem para o município de São Sebastião. Afirma ainda o delegado que os dois acusados fugiram do presídio do Paraná, em 17 de outubro de 2015.

Após as capturas dos foragidos, o delegado alagoano comunicou-se com os delegados Carlos Marcelo Facuma e Jairo dos Santos, das cidades de Gaúcha e Rolândia, respectivamente, locais para onde os presos serão levados.

O titular do 86º DP de São Sebastião solicita às pessoas que reconhecerem os presos ou souberem de algum outro crime praticado por eles que denunciem através do telefone 181 ou (82) 35421684.

Ascom/PC