Missa celebra a restauração da Igreja Nossa Senhora do Ó em Maceió

Na manhã deste domingo (03), o prefeito de Maceió, Rui palmeira, participou da missa solene em virtude da conclusão das obras realizadas na Igreja Nossa Senhora do Ó, localizada no bairro de Ipioca. O prédio histórico foi recuperado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A tradicional Igreja Nossa Senhora do Ó foi entregue à comunidade de Ipioca após a revitalização. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
A tradicional Igreja Nossa Senhora do Ó foi entregue à comunidade de Ipioca após a revitalização.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

“O bairro vem recebendo uma atenção da prefeitura. Revitalizamos o mirante e, agora, com a recuperação da Igreja de Nossa Senhora do Ó, o Alto de Ipioca volta a ser uma área de turismo cultural e religioso. Sem dúvida, isso é muito bom para a comunidade que esperava há tanto tempo por esse restauro”, destacou Rui Palmeira.

Considerado um templo de referência religiosa na capital e um dos principais símbolos da riqueza arquitetônica do estado, o prédio foi construído no século XVII. A ação do tempo fez com que telhados e paredes apresentassem rachaduras, impedindo que os fieis assistissem missas no local.

0304-reinauguracao-Igreja3

Com as obras de recuperação e restauração, a igreja ganhou um novo visual e, além de conforto, resgata a história e religiosidade do local. “Poder voltar a frequentar a igreja representa muita alegria para a nossa comunidade. Um prazer e uma felicidade no nosso coração. Igreja nova, paróquia renovada. Antes pertencíamos à paróquia da Sagrada Família e agora retornamos para a Nossa Senhora do Ó. Agradecemos as autoridades que garantiram essa reforma”, disse dona Eronilda Rufino da Silva, moradora do bairro da Pescaria.

0304-reinauguracao-Igreja2

“Para nós é motivo de grande alegria ter um patrimônio de 388 anos restaurado. Uma igreja onde foi batizado o segundo presidente da república, marechal Floriano Peixoto. Após sua interdição, estamos muitos felizes em poder assistir as missas nesse espaço”, ressaltou o líder comunitário, Jaziel Barros.

Para a ex-senadora, Ada Mello, foi muito emocionante ver o trabalho de restauração concluído. “É muito bom ver o antes e o depois desta igreja. Quando estive aqui pela primeira vez, puder ver as ruínas em que a igreja se encontrava. Levei a demanda para o senador Fernando Collor e juntamos forças com o deputado Paulão e o vereador Sílvio Camelo. Hoje estamos vendo o resultado desse empenho. É uma felicidade muito grande ver devolvido esse patrimônio histórico e cultural de Maceió”, disse.

“Essa obra tem um caráter secular, pois foi uma das primeiras construídas no nosso estado. Depois de uma articulação com o Iphan, conseguimos ver o prédio recuperado em tempo recorde. Aqui temos peças seculares e precisamos de profissionais de fora do país para a realização do trabalho. A Igreja Nossa Senhora do Ó não foi recuperada apenas para a comunidade de Ipioca, mas para Maceió e para o plano nacional e internacional, pois tem uma característica religiosa e também turística neste feito”, ressaltou o deputado federal Paulão.

Mais obras

A reestruturação da Igreja de Nossa Senhora do Ó é mais uma obra, quando se trata de trabalhos para promover comodidade aos moradores e turistas no bairro de Ipioca. Em novembro de 2015, a Prefeitura entregou um complexo de lazer, onde a praça e o mirante, muito conhecidos no local, foram revitalizados.

O ambiente, além de receber nova iluminação, ganhou piso tátil, novo paisagismo, bancos, rampas de acessibilidade e um totem com a frase “Eu Amo Maceió”.

Um mês antes, uma quadra poliesportiva foi inaugurada na região. O espaço de interação de crianças e jovens ganhou uma estrutura completa, com novo alambrado, redes, telas de proteção, piso de concreto e nova pintura.

“Temos nos preocupado muito em devolver esses espaços revitalizados a população. Medidas como essas permitem que a juventude tenha um local para praticar suas atividades esportivas e interagir com seus colegas”, acrescentou o gestor.

Flávia Farias e Jonnathan Firmino – Secom Maceió