Polícia Civil prende chefe do tráfico do Vale do Reginaldo

Acusado é suspeito em 10 homicídios e ter ligação com o PCC

jose_batista_de_moura_neto-696x522
José Batista de Moura Neto ( Foto: ASCOM – PC )

Policiais civis do Núcleo de Inteligência (NI) da Delegacia Geral, prenderam na manhã desta quinta-feira (07), José Batista de Moura Neto, de 33 anos, conhecido como “Seu Neto” ou “Netinho”, acusado de tráfico de drogas e associação criminosa.

A ação foi comandada pelo delegado Fabrício Lima, coordenador do NI. Segundo ele, José Batista é considerado o chefe do tráfico do Vale do Reginaldo, e possui ligações com o PCC (Primeiro Comando da Capital).

“Ele chefia o comércio de entorpecentes na terceira ponte do Reginaldo, e também possui ligações com o tráfico em Riacho Doce, Litoral norte ”, disse o delegado.

José Batista foi localizado e detido no Osman Loureiro, em Maceió, em cumprimento a mandados de prisão expedidos pela 15ª e 17ª Varas Criminais da Capital.

A prisão de “Seu Neto” faz parte da operação Pégasus, que foi deflagrada no final do mês de março, e tirou de circulação 27 acusados de crimes. As ações estão dando cumprimento a mandados de prisão, busca e apreensão expedidos pelas Justiça alagoana.

“Possuímos uma extensa lista de denúncias contra “Seu Neto”, ligadas a crimes de homicídios. De acordo com as acusações ele é suspeito de participação em cerca de 10 assassinatos nos bairros que ele comandava o tráfico”, relatou o delegado.

O coordenador do NI, disse ainda que a relação das denúncias será encaminhada a Delegacia de Homicídios, que as investigará.

Ana Karina – Ascom/PC