Fiscalização eletrônica reduz acidentes no primeiro mês

16MA-Fiscalizacao-Eletronica-Ponta-Verde-1-1024x663
Fiscalização Eletrônica Na Ponta Verde. Foto:Marco Antônio/Secom Maceió

O número de acidentes registrados nas vias monitoradas por fiscalização eletrônica, em Maceió, caiu no primeiro mês após a instalação do equipamento, entre os dias 28 de fevereiro e 30 de março. De acordo com a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), foram registrados, nesse período, cinco acidentes na Avenida Fernandes Lima, seis na Avenida Durval de Góes Monteiro e um na Avenida Álvaro Otacílio.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, a redução foi de 66,27% na Avenida Durval de Goés Monteiro, conforme registros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Na Avenida Fernandes Lima, a redução foi de 44,4%, em comparação com o mês anterior à implantação da fiscalização eletrônica.

Outro dado relevante foi quanto à redução do número de acidentes envolvendo vítimas na Av. Durval de Goés Monteiro. Foram dois em fevereiro de 2016 (antes da implantação da fiscalização eletrônica) e nenhum em março, segundo dados do Sistema de Gestão Operacional Unificado da Secretaria de Estado da Defesa Social e Ressocialização (Sedres).

“A fiscalização eletrônica é um meio eficaz de limitar as imprudências causadas por condutores, tendo como conseqüências a redução no número de acidentes e a manutenção da integridade física de pessoas”, explica o chefe do setor de Levantamento de Dados em Acidentes de Trânsito da SMTT, Carlos Moura.

Moura lembra ainda que os dados dizem respeito aos acidentes nos quais equipes da SMTT foram acionadas para fazer o levantamento nos locais onde há, na maioria, somente danos materiais e a inexistência de vítimas. “A redução do quantitativo de acidentes com vítimas pode ter sido ainda maior, levando em conta este fator”, aponta o chefe do setor de estatísticas.

De acordo com dados de atendimento provenientes de acidentes de trânsito no Hospital Geral do Estado, somente em Maceió, 5.060 pessoas vítimas de acidentes de trânsito deram entrada no ano de 2015, sendo: 672 por atropelamento; 2.060 por colisão entre veículos; 84 por capotamento; 1.915 por acidentes envolvendo motocicletas e 329 envolvendo vítimas de acidentes com bicicletas. Já os acidentes com mortes na capital resultaram em 112 vítimas em 2015. Este ano, foram registrados 26 casos entre janeiro e fevereiro, segundo dados da Sedres.

Em uma das infrações captadas pelo monitoramento, uma motocicleta passou por volta das 2h da madrugada, no cruzamento da Avenida Durval de Goés Monteiro, próximo ao supermercado Makro, a uma velocidade de 88km/h, onde a velocidade máxima permitida para a via é de 60 km/h. A fiscalização eletrônica também flagrou um Ford Fiesta às 4h da manhã na velocidade de 91 km/h na Av. Fernandes Lima, nas proximidades do supermercado Palato Farol.

Nicollas Albuquerque e Leonardo Araújo – Ascom SMTT