Sob forte clima de comoção, capitão da PM é sepultado em Maceió

Foram feitas diversas homenagens ao militar que, ao longo de sua carreira, se destacou pelo profissionalismo, dedicação e amor à farda. Foto: Gazetaweb
Foram feitas diversas homenagens ao militar que, ao longo de sua carreira, se destacou pelo profissionalismo, dedicação e amor à farda. Foto: Gazetaweb

 

Uma multidão se reuniu na tarde deste domingo, 10, para se despedir do capitão da PM Rodrigo Moreira Rodrigues, morto durante uma ação policial na noite desse sábado, 9, no bairro da Santa Amélia. Era grande o clima de tristeza e comoção de familiares, amigos e companheiros de farda pela perda precoce do militar que, ao longo de sua carreira, se destacou pelo profissionalismo, dedicação e amor à farda.
Durante o cortejo, o helicóptero da Secretaria de Segurança Pública sobrevoou a região do Campo Santo Parque das Flores, com um dos tripulantes de pé, do lado de fora da aeronave, prestando sua continência em homenagem ao militar. Por terra, a salva de tiros e o toque de silêncio encerraram as honrarias fúnebres, marcando o momento de luto.
Instantes antes do sepultamento, o comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio, ao destacar as inúmeras qualidades do capitão Rodrigues, anunciou que a partir de agora o Batalhão de Radiopatrulha, unidade na qual o oficial servia, terá o seu nome.
“O capitão Rodrigo foi um bravo guerreiro, que soube honrar a farda que vestia até o fim. A saudade será marcante, da mesma forma que o exemplo que ele deixou de coragem e amor pelo que fazia”, expressou o comandante Marcos Sampaio.
Além dele, o comandante da Radiopatrulha, tenente-coronel Jairisson Correia e o capelão evangélico da PM, tenente-coronel Fernando Nogueira, destacaram a perda que a morte do oficial representa para a corporação, porém a grande importância de buscar em Deus forças para atravessar este momento. O secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior, entregou aos familiares do capitão uma bandeira de Alagoas e o comandante da Rp, o braçal da Radiopatrulha.
Dando sequência às homenagens, amigos da igreja onde o militar congregava entoaram um hino que Rodrigo gostava. Os companheiros da Radiopatrulha também prestaram sua homenagem, rezando juntos as orações do radiopatrulheiro e da Rotam.
O velório do capitão Rodrigues foi iniciado pela manhã, no Palácio Marechal Floriano Peixoto, Centro de Maceió. No início da tarde, o corpo do oficial seguiu em carro aberto do Corpo de Bombeiros até o Campo Santo Parque das Flores, onde o velório teve seguimento, culminando com o sepultamento por volta das 17 horas. O capitão Rodrigues deixa esposa e um filho de oito meses.
Ascom – PM/AL