Manutenção do Programa do Leite será levada ao plenário da Câmara de Maceió

1142016_7481
Aldemar Monteiro (c) pede apoio dos parlamentares para o Programa do Leite

A permanência do Programa do Leite em Alagoas também estará na pauta dos vereadores, no próximo dia 29, na Câmara Municipal de Maceió. Em formato de Audiência Pública os vereadores e a mesa diretora irão escutar, a partir das 9h, os pleitos dos produtores de leite, cooperativas, associações comunitárias e beneficiários. A proposta é de autoria do vereador Silvânio Barbosa (PMDB).

Os cortes impostos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome(MDS) vem preocupando lideranças políticas e, principalmente aos beneficiários, será examinado entre vereadores em busca de soluções junto à administração pública. A sugestão de Silvanio Barbosa (PMDB) é questionar a gestão do MDS sobre o anúncio da redução orçamentária para Alagoas de R$ 28 milhões para R$ 18 milhões.

De acordo com Aldemar Monteiro, presidente da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), o apoio e a intervenção da classe política se mostram como única alternativa para sobrevivência do Programa. “Inúmeros problemas podem ser acarretados com o fim do Programa do Leite. A redução de recursos, infelizmente, já é uma realidade que precisa de nossa contestação. Contamos com a união dos poderes para trabalhar em prol da sobrevivência do setor”, enfatizou.

O vereador Silvânio Barbosa em pronunciamento classificou como grave a situação do Programa: “Não há como manter o mesmo número de beneficiários, continuar garantindo a segurança nutricional com recursos reduzidos pela metade. É inaceitável que uma ação, que tem como meta auxiliar pessoas que estão em risco social, sofra cortes de verbas. Queremos, portanto, ouvir o que o governo federal, através do MDS, tem a dizer sobre a redução de recursos e, claro, buscar soluções para o problema”, declarou.

Ascom CPLA