Sempma continua com poda e supressão na Jatiúca

IMG-20160416-WA0020-1-768x1024
Equipes trabalham no serviço de poda e supressão de árvores. Foto: Sempma

A Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) retomou, neste sábado (16), a poda e supressão de árvores no primeiro trecho, sentido praia/Mangabeiras, do canteiro central da Avenida Doutor Antônio Gomes de Barros, na Jatiúca. Divididos em 12 partes, os trabalhos na via pública estão concentrados no lado direito do canteiro com as duas primeiras partes concluídas e em respeito a marca de corte de 2,2 metros no passeio onde estão as árvores para que pedestres possam transitar sem riscos.

O trabalho tem avaliação técnica de apelo cautelar da equipe do Núcleo de Monitoramento Arbóreo de Maceió (Numa) da Sempma e vai seguir ao finais de semana para não congestionar o fluxo de trânsito local. O Numa tem acompanhado e orientado cada corte em espécies com galhos debilitados ou mortos, além de manter a atenção sobre a copa das árvores. Dessa forma, com o apoio de agentes da Superintendência Municipal de Trânsito (SMTT), a recomendação é que o fluxo de veículos seja ordenado para que a empresa responsável pela poda retire galhos que ameacem cair no passeio. O término dos trabalhos é previsto para maio.

IMG-20160416-WA0026-4-768x1024
Equipes trabalham no serviço de poda e supressão de árvores. Foto: Sempma

“Quem observa pode até achar estranho, mas os serviços de poda e supressão são feitos apenas com orientação técnica de equipes da Sempma, portanto, devidamente avaliados. Por isso, somente galhos e árvores comprometidos estão sendo podados ou suprimidos para garantir a segurança de motoristas e pedestres”, disse o titular da Sempma, Antonio Moura.

Os galhos recolhidos são triturados e o material obtido é reservado e utilizado na composição da compostagem que servirá para plantio de mudas, por exemplo.

Como solicitar poda de árvores

A solicitação do serviço deve ser encaminhada à Sempma, informando o tipo de serviço a ser executado: poda ou supressão ou os dois ao mesmo tempo, o motivo para a execução, o local onde será feito, contato do solicitante e se a árvore fica em área pública ou privada. Preenchido, o documento deve conter ainda a assinatura do responsável e a data da solicitação. Na Sempma, o requerente dirige-se ao Plantão Fiscal, entrega o formulário preenchido e se a árvore estiver em área pública, o serviço não será tarifado. Confira o documento aqui.

Em áreas privadas, é cobrada uma taxa para avaliação dos agrônomos sobre o local onde será feita a poda e/ou supressão no valor de R$ 100,28. No ato da entrega do formulário, o requerente pode se dirigir a qualquer agência bancária de sua preferência e após pagamento, retornar à Sempma para protocolar o serviço.

Após análise local, os agrônomos informam ao requerente se o serviço será feito conforme solicitado, ou indicam outra forma de solucionar o problema, como a poda de emergencial, poda de equilíbrio ou poda de sustentação.

Em áreas públicas, o processo é feito pela própria Prefeitura. O setor de poda é responsável pela execução dos serviços. Em todos os casos, o solicitante pode acompanhar o andamento do processo por meio do número de protocolo pelos telefones 3315-4735, 3315-4736. A Sempma fica localizada na Rua Marquês de Abrantes, s/n, em Bebedouro.

Ascom Sempma