Governo lança campanha de combate à violência sexual de crianças e adolescentes

Lançamento será em Maragogi, no próximo dia 06, durante o Governo Presente, e ações serão realizadas ao longo do mês de maio

9243c4e6c1fa1938e50087fb954581e0_L
Abuso sexual envolve contato sexual entre uma criança ou adolescente e um adulto ou pessoa significativamente mais velha e poderosa. Ilustração

O dia 18 de maio, em todo o Brasil, é marcado como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Em Alagoas, não apenas um dia será marcado com ações para prevenir esta prática. É que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev), lançará, no próximo dia 6, uma campanha que irá promover ações de conscientização sobre o tema durante todo o mês de maio.

 

O lançamento da Campanha de Combate à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes está agendado para ser realizado no dia 6 de maio, no município de Maragogi, durante as ações do Governo Presente na Região Norte de Alagoas.

 

Segundo o titular da Seprev, Jardel Aderico, a intenção é destacar o mês para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta e proteger nossas crianças e adolescentes. “Esta campanha reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil”, disse.

 

A ação inicial, no dia do lançamento da campanha, contará com palestras sobre o tema, apresentação teatral e atividades lúdicas com as crianças, em parceria com as escolas do município. Já no dia 07, segundo dia do Governo Presente, será realizada uma ação de conscientização com a população, em uma tenda de orientação, e serão colocados adesivos da campanha em estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes e hotéis.

 

De acordo com o superintendente da Criança e do Adolescentes da Seprev, Ronaldo Targino, a campanha será estendida para outras localidades do Estado durante todo o mês. “Iremos passar pelos principais pontos de aglomeração de pessoas, no intuito de difundir ainda mais a importância de debater o tema e proteger as crianças de qualquer situação de violência”, explicou.

 

Ronaldo Targino lembra ainda que no dia 18 de maio, dia nacional da campanha, será realizada uma série de atividades no Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (CEPA), onde as ações de orientações aos jovens estará concentrada. A campanha conta ainda com a parceria do Conselho Estadual dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Cedca).

 

O abuso sexual envolve contato sexual entre uma criança ou adolescente e um adulto ou pessoa significativamente mais velha e poderosa. As crianças, pelo seu estágio de desenvolvimento, não são capazes de entender o contato sexual ou resistir a ele, e podem ser psicológica ou socialmente dependentes do ofensor. O abuso acontece quando o adulto utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual. Já a exploração sexual é quando se paga para ter sexo com a pessoa de idade inferior a 18 anos. As duas situações são crimes de violência sexual.

Victor Brasil – Agência Alagoas