Diretor de Comunicação da Rede Globo defende afastamento de William Waack

Sergio Valente, diretor de comunicação da Rede Globo, defendeu a suspensão de José Mayer e William Waack, acusados de assédio sexual e de racismo, respectivamente.

Segundo o executivo da emisorra, em entrevista ao site Notícias da TV, mesmo que isso possa doer para alguns, faz parte do compromisso social da Rede Globo..

“A Globo tem uma missão, que está escrita há muito tempo, um compromisso que ela assumiu como empresa. De respeitar a diversidade, o talento, essa tremenda cor brasileira. Para ser respeitoso com o que você é e com o que pretende ser, tem que doer quando precisa doer”, disse Valente.

Ainda segundo ele, a decisão do afastamento dos dois profissionais mostra o direcionamento da empresa diante de questões desse tipo. “Tudo o que a emissora faz está alinhado com a rota de onde a gente quer chegar. A gente quer ser maior, muito melhor, um ambiente onde as pessoas se encontram, um lugar que traga as pessoas, onde os talentos queiram trabalhar. E a gente só vai conseguir isso sendo respeitoso”, afirmou.

Valente ainda afirmou que o bom exemplo da emissora não deve vir apenas de palavras, mas sim de atitudes e respostas rápidas em casos desse tipo.

“Uma vez, nós fizemos uma apresentação fora do Brasil e criamos uma expressão que eu acho muito boa, que é ‘good mob’; ou seja, mobilizar a sociedade para coisas boas, bacanas. Tem muita gente por aí que sabe o que precisa ser feito, a Globo só sabe comunicar. Então, vamos usar nossa capacidade de comunicação para mobilizar”, finalizou.

04/12/2017