Complexo Cultural Teatro Deodoro recebe a II Exposição de Foto e Vídeo

Relembrar o que foi notícia é contar a história da cidade. Sob essa perspectiva, a Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos no Estado de Alagoas (Arfoc-AL), lança a 2ª Mostra de Fotojornalismo e Vídeo de Alagoas, no dia 15 de dezembro a 15 de janeiro, no Complexo Cultural Teatro Deodoro, no Centro de Maceió.

Do sertão à capital, as imagens retratam o que foi notícia em Alagoas e Brasil entre os anos de 2016 e 2017, contada por filhos desta terra, naturais e “adotivos”.

Do futebol profissional ao futebol de várzea. Da liberdade ao confinamento. Da comida ao lixo. Emoção e lágrima. Cultura e fé. São algumas das temáticas abordadas nesta segunda edição.

O presidente da Arfoc-AL, Ailton Cruz, fala da importância da exposição para a história do Estado. “É necessário que as pessoas se lembrem do seu passado para construir o futuro. Por meio da fotografia e do vídeo contamos um pouco do que aconteceu”, diz.

A exposição com foto e vídeo em Alagoas é algo inédito entre as Arfoc’s de todo o Brasil. Aqui é possível unir as duas ferramentas num único lugar. O vice-presidente da Arfoc-AL, Waldemir Soares, que é repórter cinematográfico, celebra esse momento ímpar para os profissionais do vídeo. “A Arfoc Alagoas realiza um trabalho diferente no Estado. Integra e realiza eventos como esse para mostrar que jornalismo também se faz com vídeo”, salienta.

Ascom – 08/12/2017